MENU
PRODUTOS

Conheça a FEBRAEC - Instituição de Indicação de Negócios de Consultorias

Prêmio Melhores Práticas em Educação Corporativa

Confira as fotos e o vídeo completo da premiação da FEBRAEC.

Febraec para empresas

FEBRAEC para Empresas

Publicado sexta, 05 de agosto de 2016, às 13:30
Multitarefas: tudo ao mesmo Tempo

Muitas pessoas acreditam que podem realizar duas ou mais tarefas, ao mesmo tempo, com eficiência, porém alguns estudos comprovam: as pessoas que fazem mais de uma tarefa simultaneamente alternam a atenção e, por essa razão, a produtividade é menor do que das pessoas que se concentram em uma única tarefa de cada vez.

É claro que não estou me referindo às tarefas cotidianas que já realizamos sem pensar, como por exemplo: preparar uma salada enquanto observamos o arroz que está no fogo, mas sim às tarefas que exigem tomada de decisão, análise e absorção de conhecimentos.

Por exemplo, um músico experiente poderá tocar enquanto conversa, mas não tocará tão bem quanto se estivesse concentrado somente na música. Os detalhes que tornam uma música bonita exigem atenção consciente, não apenas um piloto automático. Há uma energia, pouco compreendida, que só a atenção humana consciente pode transmitir. Por isso, as interações humanas transmitem muito mais emoção que as eletrônicas.

Para comprovar o que estou dizendo, note como um motorista se comporta quando se perde. A primeira providência é abaixar o volume do rádio. Isso acontece porque a tarefa principal, que é encontrar o caminho, exige atenção total, sendo necessário "limpar" a mente de qualquer interferência, como o som do rádio.

Que a vida moderna nos força a realizar várias tarefas ao mesmo tempo é verdade, mas que possamos realizar duas tarefas simultâneas tão bem quanto uma só é um mito.

A necessidade de fazer muitas coisas ao mesmo tempo, como falar no telefone digitando um e-mail e ouvindo o que o colega ao lado está dizendo, nos faz acreditar que estamos sendo polivalentes, mas, na realidade, algumas dessas tarefas não estão sendo bem feitas.

Quanto mais importantes forem as tarefas, piores serão as consequências dessa prática. Retrabalho, decisões erradas, erros graves, prejuízos e outras perdas são exemplos dos danos causados. O tempo para concluir várias tarefas feitas ao mesmo tempo poderia ter sido menor se tivessem sido feitas uma de cada vez.

Você pode conseguir ver quatro filmes ao mesmo tempo, mas só porque é capaz de imaginar a parte que perdeu de cada um deles. Pode conseguir manter quatro conversas ao mesmo tempo, mas perderá necessariamente alguns detalhes de cada uma.

Por tudo isso, quando você tiver algo importante, dedique-se exclusivamente a essa tarefa, pois você realizará algo de melhor qualidade em menos tempo.

Publicado por Rodnei Domingues
Compartilhe esta página em suas redes sociais